Black Friday: eletrnicos e eletrodomsticos devem corresponder a 56% das compras, diz pesquisa

[ad_1]

A Black Friday deste ano acontecerá na próxima sexta-feira (27) e deve contar com diversas promoções em várias categorias de produtos, abrangendo eletrodomésticos, eletrônicos e serviços de plataformas de streaming e lojas virtuais, sendo esperado um alto fluxo de vendas durante esse período.

Segundo dados de um levantamento realizado pela empresa MindMiners entre os dias 5 e 8 de novembro a pedido da Samsung, a expectativa para o evento deste ano é de que mais da metade das compras realizadas no evento sejam de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, segmentos que correspondem a 22% e 34%, respectivamente.


Black Friday 2021: streaming brasileiro Looke oferece 50% de desconto na assinatura




Economia e mercado
23 Nov



Black Friday: prefer




Economia e mercado
23 Nov


Os números revelam que na categoria de eletrônicos os smartphones seguem sendo os produtos mais desejados pelos brasileiros, correspondendo a um total de 37% das resposta, seguido pelas TVs com 19% e laptops com 15%, cenário que já era esperado visto o crescimento do mercado de portáteis.

Partindo para os eletrodomésticos, os consumidores relataram preferência por aparelhos de ar-condicionado (30%), geladeira (21%) e máquinas lava e seca com 14%, sendo que 8 em cada 10 entrevistados afirmaram que vão pesquisar em plataformas de comparativos de preços antes de fecharem os pedidos.

Inteno de compra e pagamento

A pesquisa também leva em consideração a intenção de compra dos consumidores durante a sexta-feira, sendo identificado que cerca de 54% das pessoas pretendem aproveitar a Black Friday a fim de encontrarem produtos com preços mais baixos e descontos.

Quanto as formas de pagamento, mais da metade dos entrevistados afirmaram estarem dispostos a gastar um valor médio de R$ 1.600 com produtos de diversas categorias, enquanto apenas 15% disse que pretende gastar acima de R$ 2 mil com compras na Black Friday, sendo o cartão de crédito a opção favorita dos consumidores para 48% das pessoas.

Os dados também revelam que para aqueles que têm em vista mudar de celular os modelos intermediários são o foco, sendo que 55% dos entrevistados alegaram que devem gastar algo em torno de R$ 2.000 com um novo smartphone, enquanto 10% disse estar interessado em modelos com valor que ultrapassa os R$ 4 mil.

Para acompanhar o histórico de preço de vários smartphones e tablets utilize a plataforma do TudoCelular!

Veja tambm

[ad_2]

Source link

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*