Viagra candidato para preveno e tratamento contra o Alzheimer, diz estudo

[ad_1]

Uma nova pesquisa divulgada na última segunda-feira (6) pela “Nature Aging” sugere que o Viagra pode se tornar um dos principais medicamentos para prevenir e tratar o Alzheimer. O resultado vem da análise de milhões de dados sobre o uso do sildenafil, substância presente no medicamento. Outro estudo recente também trouxe resultados positivos no combate à doença.

O estudo foi conduzido nos Estados Unidos, em Ohio, pela Clínica Cleveland. O sildenafil não é utilizado somente no tratamento da disfunção erétil, mas também para tratar a hipertensão pulmonar.


Pesquisadores de SP realizam estudo para desenvolver imunidade contra o HIV em beb




Tech
01 Dez



Vacina da Pfizer apresenta 100% de efic




Tech
22 Nov


De acordo com líder do estudo e pesquisador do Instituto de Medicina Genômica da Clínica Cleveland, Feixiong Cheng, a substância está associada a uma diminuição de 69% na incidência do Alzheimer após um tratamento de 6 anos, comparado com pessoas que não usavam o medicamento.

Outro grupo, tratado com o losartan, utilizado para hipertensão arterial, teve um risco 55% menor de desenvolver o Alzheimer, em comparação ao grupo que recebeu o sildenafil. Quando comparado com outros grupos que utilizaram substâncias como a metformina e o diltiazem, os resultados indicaram uma queda de 63% e 65%, respectivamente.

Os pesquisadores cruzaram dados de drogas aprovadas pelo FDA, agência reguladora dos Estados Unidos, por um modelo computacional buscando possíveis candidatas no tratamento para o Alzheimer baseadas nas informações de mais de 7 milhões de pacientes.

Entretanto, mesmo com resultados positivos, os cientistas pedem cautela, já que são necessários mais estudos clínicos para comprovar se o sildenafil é realmente eficaz no tratamento contra o Alzheimer.

Uma recente descoberta indica que é possível detectar o mal de Alzheimer por meio de um exame de sangue, antes da doença manifestar sintomas.

[ad_2]

Source link

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*