ndia faz operao contra distribuidores da OPPO e Xiaomi por suspeita de sonegao fiscal

[ad_1]

Funcionários da Receita Federal indiana fizeram diversas operações contra distribuidores oficiais da OPPO e Xiaomi na manhã desta quarta-feira (22). De acordo com o The Economic Times, a ação está acontecendo após o governo receber denúncias de evasão fiscal.

Segundo as autoridades indianas, essa operação também está diretamente ligada a aplicação de uma multa milionária contra um distribuidor da OPPO na cidade de Hyderabad. O caso aconteceu na última semana após o governo confirmar que essa empresa realmente estava sonegando impostos.

Segundo pessoas que possuem acesso aos documentos da receita, a intenção do governo indiano é fazer uma ação contra todos os distribuidores de marcas chinesas do grupo BBK e da Xiaomi.

Por mais que os achados da operação não sejam compartilhados com a imprensa, fontes no governo indiano informam que também há uma motivação política da administração Modi para mover essas ações contra os distribuidores chineses.

Atualmente, o grupo BBK e a Xiaomi operam na Índia com distribuidores que também são empresas chinesas. No entanto, o governo Modi quer que as chinesas alavanquem empresas locais para que elas também cresçam no segmento de comércio.

Como não existe uma lei que obrigue os chineses a operarem com empresas indianas, as operações desta quarta são uma espécie de “recado”.

Paralelo a isso, o governo também já está enviando ao parlamento um projeto de lei que cria um arcabouço legal para que fabricantes chinesas distribuam seus smartphones apenas por meio de empresas indianas. A ideia é vetar a presença chinesa no segmento.

Por enquanto, as fabricantes não emitiram um comunicado oficial sobre o assunto.

[ad_2]

Source link

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*